A diferença entre o comum e o normal

O carioca precisa distinguir o normal do comum. É comum o metrô parar no meio do percurso devido ao ”trafego a frente”, mas isso não é normal O metrô foi feito para parar somente nas estações. É o mesmo principio do elevador, se o elevador para entre os andares é por que alguma coisa está errada, com o metrô é a mesma coisa. Não faz parte da operação normal o metrô parar no meio do percurso, embora isso seja muito comum aqui no Rio.É comum vermos todo dia pessoas se espremendo nos carros (vagões) do metrô e nos trens,mas isso não é normal. É comum aqui no Rio o ônibus ter mais privilégios em investimentos que os trens e o metrô ,mas isso não é normal. Numa cidade que anda as avessas ,as vezes temos que nos policiar para não confundirmos o normal com o comum e vice versa. Já esta virando comum os enormes engarrafamentos que travam a cidade, mas isso não é normal!!!

Infelizmente tem muitas pessoas se acostumando com a situação de caos completo que tem se aprofundado ao longo dos últimos anos nessa cidade e região metropolitana ao longo dos anos. 

Infelizmente as pessoas estão tratando o comum como se fosse o normal do dia a dia. Isso é um estado de situação muito confortável para os políticos aproveitadores que estão ai, pois eles criam situações anormais, e conforme o tempo passa e aquela situação prejudicial continua, a população se acostuma e acaba por julgar como comum e ao mesmo tempo normal, quando nem sempre o comum é normal. Esse ano é ano eleitoral , vamos procurar votar em pessoas que nos tirem do comum e nos leve para o normal, ou seja ,o correto…se é que ainda existem políticos com esse nível de visão.

Atilio  Flegner 
Administrador do site O METRÔ QUE  O RIO PRECISA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *